Como pedir indenização do DPVAT por acidente de trânsito – E quanto você vai conseguir

Seguro DPVAT

Se você foi ferido em um acidente de carro que não foi sua culpa e sofreu ferimentos como resultado, então você poderia ter o direito de reclamar uma compensação para a dor e sofrimento que você experimentou. No caso do Brasil é possível conseguir a indenização por meio do DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores Terrestres), o seguro obrigatório.

Para requerer a indenização não é preciso ser proprietário do veículo, basta ter sido danado por alguma situação.

Leia o nosso guia abaixo para entender os seus direitos legais ou ligue-nos para uma consulta de reivindicação gratuita.

Como pedir a indenização

A Seguradora Líder, que faz o gerenciamento do seguro obrigatório,  recuperam todos os anos milhões de reais em indemnizações às companhias de seguros por pessoas feridas em acidentes de automóvel, acidentes de autocarro ou de táxi, para peões atropelados por veículos rodoviários e para ciclistas e motociclistas. Você pode descobrir como iniciar o processo em detranipva2020.com.br. 

Infelizmente a resposta da Seguradora Líder nem sempre é simples para quando se precisa fazer a indenização de uma pessoa. Primeiramente é preciso saber a causa, depois como conseguir resolver e quais serão as despesas envolvidas no tratamento.

Por isso, quanto mais o acidentado saber do processo de como fazer maiores serão a chances de realmente conseguir desembolsar algo.

O que fazer depois de um acidente de carro

Há várias coisas que vão ajudá-lo com a sua alegação de que você deve se lembrar de fazer se você está envolvido em um acidente de carro e no rescaldo de qualquer acidente de estrada:

  • Obter os detalhes do terceiro (matrícula do veículo e dados de contacto, por exemplo)
  • Notificar a polícia rodoviária ou polícia militar do incidente, se necessário (se houver alguma disputa sobre a causa e culpa do acidente ou qualquer perigo para você ou outros usuários da estrada)
  • Procure cuidados médicos após o incidente se não fosse necessário na altura (os sintomas de avarias podem levar vários dias para desenvolver)
  • Manter um registo de todos os custos incorridos após o acidente (manter os recibos seguros, uma vez que terá de fornecer provas das suas despesas) ter todo o  histórico armazenado é importante para conseguir comprovar as despesas e conseguir depois recuperar o dinheiro gasto por conta do acidente;

O que o DPVAT cobre?

Indenização DPVAT

  • Morte – indenização de R$ 13.500 aos beneficiários da vítima;
  • Invalidez permanente: indenização de até R$ 13.500,00 com despesas médicas e tratamento médico de caráter definitivo e recorrente. O valor será avaliado de acordo com o grau de invalidez;
  • Despesas médicas e hospitalares: reembolso de até R$ 1.200,00 nos gastos proporcionados por conta do acidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *